Veneza

aviso, post longo 🙂

Dia 16 de junho fomos para Veneza (ficamos até dia 19)… a cidade é linda, quente, e tudo mais… comemos bem (e mal), ai vai:

Dicas gerais:

– Comer em Veneza é caro, mas da pra achar coisas boas e mais baratas, é so ficar de olho e tentar evitar os pega turistas. Gastamos 17,50 euros por pessoa por refeiçao (almoço e jantar), ja que o café da manha estava no pacote do hotel…

– Acho que o ideal seria de nao ir para Veneza no fim da primavera ou no verao como fizemos. Estava um calor de matar 🙂 derretemos…

– A cidade deu uma esvaziada boa na quarta, e no domingo tb…

– A cidade nao tem uma vida noturna movimentada e muita coisa fecha… o negocio é sair para jantar relativamente cedo, ali pelas 19h ou 20h… muitos bares bacanas de vinho e tals fecharam as 20h, o que nos pegou de surpresa… ok era segunda, mas foi bem dificil de achar lugar para comer depois das 21h30, 22h…

– Domingo muita coisa fecha também… andamos bastante no domingo, e repetimos alguns lugares na segunda, a diferença de movimento foi enorme… é so ficar ligado também.

– Tem lugares para tomar gelato para tudo quanto é lado, mas tudo muito mais ou menos. So pela cor dos sorvetes ja nao da vontade de comer. Tomamos em varios lugares, e acabamos achando so 3 com bons gelatos… um deles é uma rede de gelatos… falo deles ali em baixo 🙂

– Tem fontes de agua pela a cidade toda, o que é bemm pratico para refrescar e encher a garrafinha de agua… ah sim, a agua de torneira é potavel também.

– Uma bebida tipica de la é o Spritz: uma mistura de vinho branco, normalmente um prosecco, um alcool amargo mais forte, Campare ou Aperol, agua com gas, uma rodela ou 1/4 de laranja (ou limao) bastante gelo e as vezes um palito com uma azeitona. é bem bom e refrescante quando é bem feito, com produtos de qualidade… com Aperol é menos amargo 🙂 tomamos um punhado desses, e o melhor foi o ultimo… falo dele ali em baixo 🙂 ah sim, mesmo que nao esteja na carta de bebidas do bar, todos eles tem, é so pedir…

– Cuidado : o preço das coisas mudam se vc come sentado na mesa ou em pé no balcão… sentado costuma ser 4 vezes mais caro.

– muitos dos restaurantes cobram um couvert a parte para o serviço… mas nem sempre é o caso. Lemos que teriamos que dar 10% em gorjeta, mas quando fizemos as pessoas ficaram surpresas…. o negocio é ler no menu se o serviço esta incluso ou nao, e qual a porcentagem a mais que tem que pagar (chegamos a pagar 12%)… o couvert varia de 1,50 € a 5 € nos lugares que passamos…

Nossa vigem:

O hotel:

O hotel chama Locanda Salieri, e fica num lugar bem bacana. Foi relativamente barato, pensando que estavamos em Veneza e tudo la é fora do preço. Com café da manha, bem simples com suco, café, torradas, croissant, pao quente (1 por pessoa) e pessoal muito atencioso. O quarto era bacana, com um bom ar condicionado hehehe eu recomendo ! Ele fica tb um pouco longe da muvuca. Eu gostei da localização dele, bem perto da praça de Roma e da estaçao ferroviaria, num cantinho bem calmo e agradavel… ele acabou nos « forçando » a andar bastante pela a cidade, o que é sempre legal.

O endereço certinho é : 160 Fondamenta Minotto. Ele tem um restaurante também, onde os preços sao bacanas. Nao comemos la, mas deu vontade pelo menu e pelos preços. O café da manha é justamente nesse restaurante, no jardim anexo a sala.

Onde comemos 🙂

Chegamos num domingo, deixamos as mochilas no hotel (so poderiamos entrar depois das 14h) e fomos passear. Depois de andar um bocado, e ja com muita fome, paramos em qualquer lugar mais barato, so para acalmar a fome. Estavamos no Campo Santa Margherita. Esse campo tem bares e restaurantes (um monte) bem movimentados durante a semana, mas no domingo na hora do almoço estava meio « agarrado » de achar algo legal… vale a maxima de comer onde tem mais gente, e mais pessoas locais. Paramos num lugar chamado Orange. Nada de especial, mas o preço foi legal. Comemos uma focaccia, meio que fazendo um sandwiche com presunto, azeitona e muzzarela. E com batatas fritas… nada de mais mesmo, mas matou a fome hehehe

No domingo a noite fomos comer no Osteria al diavolo e l’acquasanta. O restaurante fica pertinho do Rialto, na Calle de la Madona, nao tem erro para achar o restaurante. Foi o lugar mais caro que comemos, mas o serviço foi muito bacana, o lugar é muito pitoresco, frequentado por habitantes locais e com uma otima cozinha. Tudo muito gostoso. O lugar é bacana e eu recomendo, mas a comida é cara e nao vem muito….

Comemos so pratos tipicos: Fegato alla Veneziana (figado à veneziana – figado de vitelo com cebolas), muito bom, servido com polenta. A Iara comeu a sèche (um tipo de lula pequena) cozida na tinta… com polenta tb… um pouco salgado, mas estava bom. De sobremesa comemos um tiramisu, que descobrimos que é uma sobremesa tipica da regiao tb 🙂 Esse foi o melhor que comemos…

Na segunda almoçamos num lugar muito bom, a Trattoria da Gigio:

Cozinha tipica, bem boa, e barata. O restaurante fica no Cannaregio, na rua principal perto do Campo San Leonardo. Vale passar por la. Comemos so pratos tipicos também: Sarde in Saor (sardinha com cebolas confit, e aqui com uva-passa e pinoles) noh, bom com força ! Eu comi um Spaghetti alla vongole (em baixo a esquerda) e a Iara spaghetti alla busara (molho de tomate picante com lagostins). Tudo muito bom, com pontos de cozimento perfeitos… esse restaurante tem o « selo gourmetglutao » hehehehe

De tardinha « tomamos um lanche » num barzinho que nao peguei o nome, mas é facil: fica na Fondamenta Nani, na ponte S. Trovaso. Sao dois bares, um de frente pro outro…comemos e tomamos so em um, pq o outro fechou ali pelas 20 h…

Muitos estudantes, e italianos… bons lanches, e nada muito caro. Vale passar para refrescar e comer um sandubinha, ou outra coisa qualquer…

De noite, depois da peleja para achar coisas abertas, fomos achar restaurantes no Campo San Barnaba. Um lugar bem bacana, cheio de bares e restaurantes tb (e uma bela igreja).

Os preços sao bacanas (7 ou 8 euros por prato), mas vem muito pouco :). Mas estava gostoso… a Iara, a mae dela e o Du, comeram uma salada… e eu comi um risotto de funghi…

Na terça, fomos pros lados da San Marco. Cruzando a Rialto, deu uma fome, e lembrei dum restaurante que vi na internet: a Rosticceria Gilson, calle de la Bissa 5424, rua que cruza o Campo San Bartolomeo.

Tudo bom e barato, e com muita opçao: desde sandubas até pratos mesmo, montados na hora… tem tb um restaurante na parte de cima… eu curti bastante a mozzarela frita 🙂 os sandubas sao gostosos, e custam 1,50 € ! Perto da muvuca, mas bem barato e numa ruela fora do movimento… vale a parada !

De noite, depois de andar pra caramba, estavamos mortos e fomos comer perto do hotel mesmo, numa pizzaria. O lugar parecia legal, falando que a pizza era caseira coisa e tal… as pizzas nao eram caras, mas as bebidas foram fora de base… o Spritz custa entre 3€ e 3,50€, la estava a 5€ ! E a pizza nao estava tao boa tb nao… a pizzaria fica na Fondamenta Tolentini, no Campo Dei Tolentini, se nao me engano (nao estou achando o nome do campo).

O pior de tudo é que essa pizzaria fica na frente de um bar que a gente estava querendo muito conhecer, que se chama Bacareto Da Lele, onde tudo (sandubas e cerva) é a 90 centavos !

O Bacareto Da Lele estava fechado para reforma 😦 mas fica ai a dica, deve ser muito bacana esse bar…

Na quarta fomos almoçar perto da San Marco. Tudo la é caro, entao saimos do movimento, e sentamos em um lugar com o preço melhorzinho. Comemos no Bar Trattoria Al Scalinetto da Renzo, na Calle del Dose. Estava mais ou menos barato… a comida nao estava ruim nao, mas imagino que tenha coisa melhor por perto, e com o mesmo preço…

A Sarde in Saor estava bem boa, um pouco mais simples que a outra, mas boa tb… o ravioli estava médio, sem muito interesse, e muito cozido… a lasagna estava boa… mas muito pouco em relaçao ao preço (média de 10 euros o prato).

De tarde, fomos tomar um café na praça San Marco, para fazer uma estripulia… mas la os preços sao fora de base…. comemos no Caffè Lavena, um dos varios cafés « chics » da praça… com orquestra e tudo mais. Iriamos sentar, mas nao dava, muito, mas muito caro… pra ter uma idéia: o café, em pé, como tomamos, era 1,10€. Sentado era 6€ ! Comemos um Tiramissu (bem mais ou menos, e muito doce): em pé 4€, sentado 12€ !

Colocaram merengue no tiramisu, dai ficou doce demais… mas o café estava muito bom.

Antes de ir para o aeroporto queriamos tomar nosso ultimo Spritz. Achamos um bar bem bacana, e como sempre nas nossas viagens, foi o melhor lugar !!! Esse leva o « selo gourmetglutao » hehehe que pena que nao estavamos com fome, e acabamos comendo so pra saber como seria hehehe foi de longe o melhor Spritz que tomamos, e o um otimo tiramisu.

O lugar se chama All Amarone. Ele fica numa rua pequena, e tem duas entradas, uma na Calle dei Sbianchesini, e outra na Calle Lunga Del Luganegher. Fica perto da ponte Rialto, do ladinho do Campo S. Aponal, e nao muito longe do Campo San Polo. O pior, foi que passamos perto quase todos os dias !!! O lugar tem otimos preços, uma carta de vinho muito bacana, com degustaçao e tudo mais… varios sandubinhas, doces, saladas, e por ai vai !! vale demais passar por la e tomar algo pra ficar de boa, ou para comer mesmo !

Outras coisas legais:

Gelatos:

Comemos muito gelatos (nao vou falar quantos hehehe), mas so 3 lugares merecem ser citados… o negocio é evitar os lugares com sorvetes de cores estranhas, lojas com neons, e muitas fotos estranhas dos produtos… mesmo na praça San Marco eles nao sao tao bons…

A primeira, « Il Doge » fica no Campo Santa Margherita, facin de achar (a sorveteria fica ao lado do restaurante Orange que eu falei ali em cima). O sorvete é gostoso e barato… atençao, normalmente sorvete no cone é mais barato… mas nem sempre…

A segunda é a Grom, uma franquia que tem pela a cidade toda. Os sorvetes sao muito bons. Ai vai a dica: normalmente, mesmo quando a gente pede o sorvete pequeno (piccolo), temos direito a dois sabores 🙂

A terceira foi a Ciccolateria Vizio Virtù, na Calle del Campaniel Detta Civran O Grimani. O lugar é uma chocolateria meio « chic »… os chocolates parecem ser muito bons, mas so tomamos sorvete la. Foi o mais caro, mas estava gostoso…

Outros lugares legais:

Nas fotos ai, la em cima a Iara numa das varias fontes de agua pela a cidade. Eu na frente da Giacomo Rizzo, na Calle San Giovanni Crisotomo. O lugar vende massas caseiras, frescas ou secas, molhos, trufas, e tudo mais… vale entrar. Nao fica longe da Rialto nao… seguindo, o mercado pertinho da Rialto também. A partir de terça feira ele fica aberto (fora final de semana, nao me lembro). Tudo fresco, preços bacanas e tudo mais ! Na proxima vez que for a Veneza, o negocio é alugar um apartamento (o que muita gente faz), so pro poder cozinhar essas belezuras :). As alcachofras ai na foto sao tipicas da regiao, mas nao achamos nenhum prato preparado com elas nos restaurantes que fomos… A ultima foto (direita em baixo) é da Drogueria Mascari, uma loja de especiarias bem antiga, que guarda o nome ainda de quando especiarias levavam o nome de droga :). Tem muito coisa bacana la. A loja fica na Ruga Dei Spezieri, pertinho do mercado de peixes e da Rialto.

Espero que as dicas sejam uteis quando voce for viajar pra Veneza.

Abraços

CH

Publicités

Laisser un commentaire

Entrez vos coordonnées ci-dessous ou cliquez sur une icône pour vous connecter:

Logo WordPress.com

Vous commentez à l'aide de votre compte WordPress.com. Déconnexion / Changer )

Image Twitter

Vous commentez à l'aide de votre compte Twitter. Déconnexion / Changer )

Photo Facebook

Vous commentez à l'aide de votre compte Facebook. Déconnexion / Changer )

Photo Google+

Vous commentez à l'aide de votre compte Google+. Déconnexion / Changer )

Connexion à %s