« Macarraozao do Caique »

Hoje eu fiz o ja célebre (? hehe) « Macarraozao do Caique ». Esse macarrao é uma variaçao (na verdade, é quase igual hehehehe) do macarrao da Dona Maria (vo da Iara). Vieram degustar essa belezura os amigos Leo e Mirelle (Brasileiros aqui em Lyon).

 

O que esse macarrao tem de especial ? a massa é caseira, o molho de tomate é caseiro… e as almondegas também hehehe demora um pouco pra fazer, mas é bem bom.

 

Receita :

 

Massa Fresca

– farinha de trigo

– ovos

– quem sabe um cadin de agua.

 

Pra cada 100g de farinha, você coloca um ovo inteiro. Pra quatro pessoas, uns 500g de farinha da tranquilo. Entao, 5 ovos.

 

Eu faço assim : misturo tudo dentro de uma saladeira grande.

 

 

Nesse primeiro momento você pode misturar essa lambrequeira com um garfo.

 

Quando estiver bem misturado, termine com a mao mesmo. Va sovando, sovando, sovando, sovando…. a massa tem que ficar lisa… mas ela é bem dura. Nao é igual massa de pao que é melequenta. A massa pra fazer macarrao, ou outras massas, tem que ser bem dura. Se você achar que a massa esta seca, ou que ela nao esta misturando direito, molhe a mao de leve na agua da torneira. E continue sovando… nao acrescente agua à massa, so molhe a mao. Dai nao tem perigo de molhar de mais. Va sovando até ela ficar bem lisa. Faça uma bola.

 

 

Passe um pouco de farinha e coloque dentro de um pano de prato limpo. Feche bem, para nao deixar respirar muito. Quarde essa bola de massa embrulhada em um lugar fresco. Eu sempre coloco na janela, na sombra. Quarde por no minimo 1h30.

 

 

Isso vai te ajudar na hora de abrir com o rolo. Se você tiver a maquininha de abrir a massa, pode fazer logo apos terminar de sovar. Mas pra fazer na mao, a melhor maneira é deixar a massa descansando. Assim ela perde um pouco de elasticidade, o que facilita, e muito, na hora de abrir no rolo. Ah, eu nao coloco sal na massa. Como tudo tera sal depois, corre o risco de ficar salgado de mais…

 

Enquanto a massa repousa, eu faço o molho de tomate.

 

Molho (pra quatro pessoas) :

– uns 2,5kg de tomate italiano (aqueles mais cumpridinhos hehehe)

– 1 cebola média picadinha (usei cebola fresca)

– dois dentes de alho grandes, picadinhos

– azeite (uma quantidade boa hehehe)

– folha de alho poro (metade de uma ja ta bom)

– uma cenoura grande sem casca e cortada em 3

– sal, pimenta

 

Ferva agua em uma panela. Enquanto a agua ferve, lave os tomates, arranque o fundo (o negocinho do cabo hehehe) e faça uma incisão em X na cabeça do tomate.

 

 

Mergulhe por alguns segundos na agua fervente, e coloque direto em uma vasilha com agua bem fria (pode colocar gelo se quiser). Pra que isso ? pra tirar mais facil a pele do tomate (que é bem acida) sem o cozinhar de mais. Dai é so tirar a pele com a ajuda de uma faca. Sai quase sozinho. Separe as peles. Corte cada tomate em dois e tire as sementes (eu ja coloco as peles e os interiores dos tomates dentro de um liquidificador, assim sujo uma vasilha a menos hehehe pq depois a gente vai bater isso mesmo…). Bata no liquidificador as sementes e as peles.

 

 

Passe por uma peneira e separe (ou se nao passe na peneira ja direto na panela com os tomates, a gente vai ver isso mais tarde)….

 

Aqueça uma boa quantidade de azeite em uma panela. Quando estiver bem quente jogue as metades de tomate la dentro. é melhor fazer com a panela bem quente, por que dai os tomates vao « caramelizar », e isso ajuda a « combater » a acidez… va mexendo de vez em quando (para nao queimar). Uns 5 minutinhos depois coloque o « suco » de pele e de semente dentro da panela (aqui você pode passar na peneira direto para a panela, pra sujar menos coisas hehehe). Diminua o fogo e deixa arder hehehehehe jogue ai dentro a folha de alho poro e as cenouras (que ajudam a « sugar » a acidez também… e dao sabor e perfume hehe).

 

Em uma frigideira a parte « puxe » a cebola com uma boa quantidade de azeite. Assim que elas estiverem transparentes, coloque o alho. Quando o alho soltar aquele perfumao todo, jogue tudo isso dentro da panela com os tomates. Porque faço separado ? pra deixar os tomates cozinhando por mais tempo. Dai ganho tempo fazendo assim. Enquanto puxo a cebola e o alho os tomates ja estao cozinhando. Esse molho fica pelo menos 1h30 reduzindo no fogo baixo. Entao é bom ganhar tempo né…

 

 

 

Enquanto o molho vai apurando, faça as « porpetinhas » hehehe

 

Almondegas (é basicamente a mesma coisa da receita de hamburger do outro dia)

– 500g de carne moida

– uma cebola pequena picadinha (cebola fresca)

– uma colher de azeite

– limao (uma colher do suco, talvez, mas nao muito…)

– sal e pimenta

– ervas (coloquei manjericao e cebolinha, nao coloquei salsinha pq a Mirelle é alergica, mas coloque o que quiser)

– leite

– farinha de rosca (usei farinha de mandioca dessa vez e ficou bem bom…)

– oleo para fritar

 

misture a carne, a cebola, o azeite, o limao, sal, pimenta e as ervas. Faça bolinhas. Passe no leite, na farinha e reserve.

 

 

Com o oleo ja quente, frite bem rapido. Elas vao terminar de cozinhar dentro do molho. Depois de fritar, seque um cadin e coloque dentro do molho (nisso o molho ja deve estar no fogo ha uns 45 minutos). Se você quiser, nao precisa nem empanar e nem fritar. Jogue direto dentro do molho. Mas dai elas vao precisar de uma hora, ou uma hora e meia para cozinhar. O que é bom demais !! hehehehehe mas fritando vai mais rapido….

 

O molho vai ficar parecendo um purê hehehe fica bem grosso. Ajuste o sal e a pimenta. Coloque a erva que quiser (eu coloquei manjericao).

 

 

Abra a massa (deixe a agua fervendo enquanto você abre e corta a massa, assim você ganha tempo). Corte pequenos pedaços e va abrindo com o rolo. Seja forte, porque a massa é bem dura, mas vai dar tudo certo. Quando ela estiver bem fina, enrole e corte em talharim (é mais facil heheehe e gostoso). Desenrole as tirinhas de talharim, amontoe em um canto, coloque um pouco de farinha para nao grudar e va abrindo o resto da massa. E va amontoando o que for ficando pronto.

 

Massa logo depois de descansar. Ela pica bem feia, parecendo um couro. Mas é assim mesmo

 

Enrolando a massa ja aberta. Enrole assim, « de cumprido ».

 

 

Corte com uma faca. E depois desenrole.

 

« Farinhando » a massa ja cortada e desenrolada.

 

Montinho de massa.

 

Salgue a agua (que ja vai estar borbulhante) e va cozinhando a massa aos bocadinhos. Nao coloque tudo, pq se nao ela vai grudar ou nao vai cozinhar direito. Como saber se ela cozinhou ? assim que colocar na agua, a massa vai afundar… subiu, ta pronto. Agora vem o segredo da Dona Maria. Tire a massa da agua com uma escumadeira, e coloque num refratario. Coloque um pouco de molho, para nao deixar a massa grudar, e coloque no forno (o forno bem baixo, tipo uns 150). Assim ela continua quente e nao gruda 🙂 va fazendo isso até cozinhar toda a massa.

 

 

Nesse ponto, va correndo pra mesa, porque o negocio vai estar tao bom, que nao da para esperar pra comer 🙂 ponha um pouco de massa no prato e o molho com as almondegas por cima.

 

Molho.

 

Mesa. Massa, molho, vinho e pao. Ah, e parmesao.

 

Prato montado 🙂

Humm, com esse vinho….

Bom de mais !!!!

 

Para acompanhar, tomamos um Médoc 2003, maravilhoso !!! coisa fina…

 

E a sobremesa ? fica para um proximo post hehehe mas ja adianto : comemos uma « sopa de frutas vermelhas », bom de mais !!

 

aquele abraço

 

CH

 

ps : as fotos que ficaram boas sao by Mirelle e Leo, e sua super maquina fotografica.

 

2 réponses à “« Macarraozao do Caique »

Laisser un commentaire

Entrez vos coordonnées ci-dessous ou cliquez sur une icône pour vous connecter:

Logo WordPress.com

Vous commentez à l'aide de votre compte WordPress.com. Déconnexion / Changer )

Image Twitter

Vous commentez à l'aide de votre compte Twitter. Déconnexion / Changer )

Photo Facebook

Vous commentez à l'aide de votre compte Facebook. Déconnexion / Changer )

Photo Google+

Vous commentez à l'aide de votre compte Google+. Déconnexion / Changer )

Connexion à %s